VOCÊ SABE QUEM FOI MONTEIRO LOBATO?

VOCÊ SABE QUEM FOI MONTEIRO LOBATO?

No dia 18 de abril de 1882 nascia em Taubaté, São Paulo, José Bento Monteiro Lobato.

Responsável por várias campanhas nacionais em defesa do petróleo, do ferro e da saúde, Monteiro Lobato revolucionou o mercado editorial numa época em que ainda não existia uma literatura voltada para o público infantil e juvenil ao criar sua própria editora e escrever livros voltados para todos os que não tinham acesso à literatura.

Lobato está até hoje nos corações dos brasileiros através das aventuras de uma turma bem alegre e arteira, que adora se meter em grandes aventuras e confusões: a turma do Sítio do Picapau Amarelo.

Artigo


Ler para crianças proporciona maior desenvolvimento cognitivo a elas

Um novo estudo realizado por pesquisadores de diversas universidades, como a do Nebraska, a do estado de Iowa, a de Nova Iorque, a de Columbia e a de Harvard, e publicado na edição de julho/agosto do periódico "Child Development", mostrou que as mães (de língua inglesa) que começam a ler para seus filhos desde cedo, com muito pouca idade, mostrou que estes terão uma maior facilidade em compreender a linguagem, um vocabulário maior e mais expressivo e ainda um maior desempenho cognitivo. Fatores positivos que poderão ser observados na criança já com dois anos de idade.
Os pesquisadores focaram o estudo neste aspecto pois um número grande de estudos já havia mostrado conexões entre a leitura dos pais para crianças em idades pré-escolares e o desenvolvimento da linguagem na criança. Surpreendentemente haviam poucos estudos que abordavam esta relação em crianças com menos de três anos, já que neste período a criança passa por uma importante fase de desenvolvimento da linguagem.
Os pesquisadores estudaram 2581 famílias em 17 comunidades americanas distintas. As crianças foram avaliadas nas idades de 14, 24 e 36 meses.
Aproximadamente metade das mães afirmaram ler diariamente para suas crianças em cada idade. Com relação à raça/etnia, as mães brancas disseram ler mais com mais freqüência aos seus filhos do que as mães de outros grupos raciais/étnicos, assim como as mães de meninas e as mães de filhos únicos.
Os pesquisadores concluiram que quanto mais as mães lêem para os filhos, melhor será o vocabulário da criança que, por sua vez, será mais encorajada a ler.
Helen Raikes, Ph.D., líder do estudo, finaliza: "propusemos um modelo 'bola de neve' em que a leitura e o vocabulário levaria à maiores oportunidades de linguagem e competências para crianças. O estudo mostrou que as relações de leitura e desenvolvimento congnitivo começas bem cedo, e implica que o ato dos parente lêem para os filhos deveria começar mais cedo do que a maioria imaginava."

Fonte: www.eurekalert.org - Artigo publicado no portal Rede Psi (www.redepsi.com.br)

Nenhum comentário:

Postar um comentário